Capatazes e jagunços ainda são os mesmos e as aparências não enganam não

                Eles gostam dos salões dos palácios, de sinecuras, honrarias, fardões de gala, medalhas, e subserviência. Afinal, são filhos das cortes, servidores e protetores de monarcas, dos negócios de proprietários e rentistas, tutores "da lei e da ordem" ao longo da história.     Ainda são muito atrasados, não se civilizaram. Não conseguem sequer ser republicanos, democratas, cidadãos como os... Leia Mais

A Praça de guerra dos Três Poderes

    [caption id="attachment_3037" align="aligncenter" width="474"] Foto: Laurez Cerqueira[/caption]               Entrincheirados na Praça de Guerra dos Três Poderes, o Supremo Tribunal Federal, o Congresso Nacional e o governo disparam uns contra os outros.   Alvejados pela Lava Jato, com a prisão de Temer e Moreira Franco, o STF, o Congresso Nacional, e particularmente a Câmara dos Deputados, preparam con... Leia Mais

Eis o governo Bolsonaro, à sua imagem e semelhança

            Sem projeto e à deriva, o governo se desintegra num turbilhão de erros e contradições inimagináveis. No Congresso, não consegue sequer articular a base de sustentação, mesmo o PSL, partido de Jair Bolsonaro, tendo a maior bancada na Câmara.     Sob investigação do Ministério Público por denúncia de uso de “candidaturas laranja” para desviar dinheiro do fundo partidário, o PSL tornou-se uma bola ... Leia Mais

Lança-chamas sobre o Palácio do Planalto

[caption id="attachment_3011" align="aligncenter" width="748"] Foto: Valter Campanato Agência Brasil[/caption]     Depois dos lança-chamas de Gustavo Bebianno sobre o Palácio do Planalto, o jogo saiu da fase “presidente trapalhão” e saltou para a de “o que fazer com Jair Bolsonaro".   A palavra impeachment voltou a ecoar entre as paredes dos gabinetes da Praça dos Três Poderes, em Brasília.   O episódio dos áudios de diálogo entre o minist... Leia Mais

O Brasil está sendo submetido à cultura da morte

              O Brasil vive a rebelião dos estúpidos e com ela a cultura mórbida da morte. Aliás, a  campanha eleitoral do atual presidente foi feita com louvação à morte, como a mais importante proposta de governo. Os gestos de matar, se utilizando até de crianças, os gritos de guerra, a pregação de que todo brasileiro deve ter uma arma em casa, estabeleceram no país a cultura da morte. Não bastassem os 62 mil assassin... Leia Mais

Tão tonto quanto Trump

                Jair Bolsonaro está só, fizeram dele um presidente decorativo, muito próximo do descarte.   Posto à prova, em apenas um mês ficou evidente que ele não tem condições mínimas de presidir a República. Além disso, com a família sendo investigada por envolvimento com o crime organizado.   Bolsonaro tenta imitar Trump, mas não consegue, torna-se figura ainda mais caricata.   A ... Leia Mais

Lula receberá o Premio Nobel da Paz, em Oslo* ou em Curitiba?

        Caso o ex-presidente Lula seja agraciado com o Prêmio Nobel da Paz, a cela da Polícia Federal, em Curitiba, seria aberta, para ele ir a Oslo*, na Noruega?  Se tudo acontecer como previsto, Lula deverá ser recebido no palácio iluminado, com toda magnificência, na cerimônia de honra, para a homenagem da família real, com microfones e câmeras dos quatro cantos do mundo voltados para aquele fato inédito. Negada a liberdade, pelo judiciário... Leia Mais

A verdade bate à porta, quer iluminar, romper trevas

          Até as “lágrimas amargas” de Flavio Bolsonaro, enxugadas com a bandeira do Brasil, no momento em que o pai sofreu o atentado, foram usadas e abusadas por gente da família na manipulação da opinião pública, na campanha eleitoral, enquanto agia sorrateiramente nos subterrâneos da política em tenebrosas transações.   Nos últimos dias, a derrocada moral e o medo parecem ter acossado a família Bolsonaro. Um silêncio az... Leia Mais

O Brasil não cabe mais no mundo civilizado?

                  A coletiva convocada pela presidente do TSE, Rosa Weber, para prestar esclarecimentos sobre o Caixa 2 que financia a rede de propagação de fake news da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro contra o PT parece uma barreira de proteção à candidatura dele.     Vão dizer que vai ser investigado e depois a onda espraiar na areia em espuma, como todas as tentativas de fazer valer a leg... Leia Mais

As flores vencendo canhões?

            “Foi bonita a festa, pa. Fiquei contente”.  O Brasil que se levantou dia 29 de setembro parece ter surgido de entre quatro paredes, da alcova do lar, de uma conversa puxada pelas mulheres.     Saiu pela porta de casa de bandeira em punho, lotou e coloriu ruas e praças das menores às maiores cidades do país para dizer “Não” ao fascismo, às suas derivações, e ao seu representante: o candidato Jair Bolson... Leia Mais

Veja todos os Posts